As duas principais variedades de enxaqueca (migrânea)são: a) enxaqueca sem aura; b) enxaqueca com aura

Migrânea sem aura 

Uma dor de caneca (Cefaleia) recorrente manifestando-se em ataques que duram de 4-72 horas. As características típicas da cefaleia são a localização unilateral, a qualidade pulsátil, a intensidade moderada ou severa, exacerbada por atividade física rotineira e associada com náusea e/ou fotofobia e fonofobia.  (Tabela 1). (sugiro fazer boxes)

 

Tabela 1. Migrânea sem aura. Critérios diagnósticos  

A. Pelo menos 5 ataques que preenchem os critérios B-D  

B. Cefaléia durando 4-72 horas (sem tratamento ou com tratamento ineficaz) 

C. Cefaléia preenche ao menos duas das seguintes características:  

1.  Localização unilateral 

2. Qualidade pulsátil  

3. Intensidade da dor moderada ou forte

4. Exacerbada por ou fazendo que se evite a atividade física rotineira (por exemplo, caminhando ou subindo degraus)  

D. Durante cefaléia, pelo menos um dos seguintes:  

1. náusea e/ou vômitos  

2. fotofobia e fonofobia

E. não atribuída a outra desordem  

 

Migrânea com aura (MCA)

Transtorno recorrente que se manifesta por crises de sintomas neurológicos focais reversíveis que normalmente desenvolvem-se gradualmente em 5-20 minutos e duram menos de 60 minutos. Cefaleia com as características de migrânea sem aura normalmente segue os sintomas de aura. Por vezes, a cefaleia não tem características migranosas ou mesmo estar completamente ausente.  (Tabela 2). 

 

Tabela 2. Migrânea com aura. Critérios diagnósticos

A. pelo menos 2 ataques preenchendo critério B  

B. Aura de migrânea cumpre critérios para um dos subtipos: típica, hemiplégica ou basilar

C. Não atribuída outra desordem.  

 

A MCA apresenta algumas formas:

 1. Aura típica: ocorrem sintomas visuais e/ou sensoriais e/ou da fala. Desenvolvimento gradual, duração menor que uma hora, uma mistura de características positivas e negativas e completa reversibilidade caracterizam a aura.  Esta se associa à cefaleia que pode ou não ter aspectos migranosos.

2.  Migrânea hemiplégica: a aura que inclui fraqueza motora (paresia). 

3. Migrânea do tipo Basilar: os sintomas de aura sugestivos de terem origem no tronco encefálico e/ou em ambos hemisférios cerebrais simultaneamente, mas não há fraqueza motora. São sintomas desse tipo: disartria, vertigem, zumbido, hipoacusia, diplopia, sintomas visuais ocorrendo simultaneamente nos campos temporais e nasais de ambos olhos, ataxia, diminuição no nível de consciência, parestesias bilaterais simultâneas.

Copyright 2015 Clínica Neurológica Batatais